2020 – O ano que não para de nos surpreender!

Quem trabalha no comércio exterior acompanhou a fábrica do mundo (a China) vivenciar uma das situações mais complexas dos últimos anos. Esse ensaio é um convite a uma singela reflexão sobre alguns pontos que tem impactado os negócios internacionais em 2020.

Historicamente, as empresas que importam produtos do gigante asiático, sejam mercadorias para revenda, componentes para montagem ou matérias-primas para produção no Brasil, já estão habituadas a iniciar o processo de compra no final de agosto/ início de setembro. Isso se faz necessário porque o lead time é longo, pois alguns produtos necessitam de 70 dias para produção. Somando cerca de 40 dias empurrando águas e mais o processo de desembaraço aduaneiro, já temos 110 dias. Se tudo der certo, podemos contar com o produto para ser utilizado em aproximadamente 120 dias. Tudo isso? Sim, tudo isso.

Restrito a assinantes