Editorial 729

As operações ship-to-ship vêm acelerando rapidamente no Brasil. A exportação de óleo cru, importação de gás e a adesão de novos terminais respondem por boa parte da ampliação de quase 40% do segmento em 2021 sobre o ano anterior. A boa notícia, segundo a DPC, é que o crescimento do número de operações não foi acompanhado por aumento de acidentes.

Registre-se para ler mais...