Estaleiros chineses iniciam 2022 com encomendas de gaseiros

A indústria de construção naval da China relata forte início em 2022, com crescimento significativo no segmento de navios gaseiros.

A China State Shipbuilding Corporation Hudong-Zhonghua e a China Shipbuilding Trading assinaram um contrato avaliado em mais de US$ 1,1 bilhão com a japonesa Mitsui OSK CNOOC Gas & Power Group para a construção de seis grandes navios transportadores de GNL. É o maior pedido individual, de maior valor contratual, para a construção deste tipo de embarcação por uma empresa naval chinesa nos últimos dez anos.

A encomenta é para gaseiros de última geração, conhecidos como "Série Changheng", que foi desenvolvida de forma independente pela Hudong Zhonghua. As embarcações, que têm cada uma capacidade de 174.000 m3, empregam os mais modernos conceitos de design, com novas tecnologias que incluem um peso geral mais leve para reduzir o consumo de combustível. As emissões também foram reduzidas para atender à Fase IV do Índice de Projeto de Eficiência Energética (EEDI).

PUBLICIDADE

Portonave


Ao mesmo tempo, a China Shipbuilding Leasing, uma subsidiária da China Shipbuilding Corporation, também confirmou um quarto pedido com a Hudong Zhonghua. A primeira encomenda assinada pela China Shipbuilding Leasing e pela Hudong Zhonghua em 2022 oferece uma opção por um gaseiro adicional de 174.000 m3. O contrato original era para dois navios já entregues, com opção para um terceiro que já se encontra em construção e opção para um quarto e último navio.


    GHT     Jan de Nul     Antaq
             

Hidromares

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios