Brasmero

Vilela diz que "maus alagoanos" querem tirar estaleiro de Alagoas

Governador criticou o "gosto ruim" à obra que, segundo ele, vai gerar 10 mil empregos. O governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) admitiu nesta sexta-feira que existem “maus alagoanos” querendo impedir a instalação do estaleiro Eisa em Coruripe. As declarações foram feitas durante discurso, na presença de vários empresários e autoridades, durante a inauguração da indústria Jaraguá Empreendimentos, em Marechal Deodoro.
“Muita gente tem botado gosto ruim no estaleiro. Até dificultando. Têm maus alagoanos criando dificuldades. Não vão conseguir reverter, mas têm tentado”, assegurou Vilela, sem revelar nomes.
Segundo Vilela, o empreendimento deve gerar 10 mil empregos e desenvolver o litoral Sul, assim como deve atrair novas indústrias. “Essa semana chegou lá no Palácio um empresário querendo instalar uma fábrica para produzir a comida para os funcionários do estaleiro. Ou seja, uma coisa puxa a outra. E o estaleiro vai precisar de trinco, porta para os navios; os funcionários terão farda, capacete”, afirmou.
Para o governador, o momento de desenvolvimento do Estado é o melhor de todos os tempos. Em tom de desabafo, ele fez um balanço a frente do Estado desde 2007. “Foram 30 novos hotéis, sendo 10 já inaugurados. Foram 42 novas indústrias, todos empreendimentos de grande porte”, contabilizou.
Em entrevista à imprensa, antes da inauguração da indústria, Vilela falou sobre a ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Trabalho. A ação pede uma indenização de R$ 25 milhões por dano moral coletivo, pelo Estado manter 347 servidores na saúde sem concurso público. “Eu acredito que vamos chegar a um entendimento, que haverá compreensão do MPT. O Estado está impedido de realizar concurso público. O secretário de Saúde disse muito bem quando afirmou que, se tirarmos esses profissionais, haverá mortes”, disse.
Jaraguá Equipamentos
A Jaraguá Equipamentos investiu R$ 72 milhões e está instalada no Polo Multifabril de Marechal Deodoro. Inicialmente ela gerou 150 empregos diretos. Até o final do ano, a estimativa da empresa é que serão gerados mais 350 postos de trabalho. A unidade produz equipamentos para a indústria e é a primeira unidade do grupo no Nordeste.

Fonte: Correio do Povo

 

PUBLICIDADE

Portonave


 


Pesa

    AAPA     Jan de Nul     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios
             
             

Metalock

AAPA

Bombando

Error: No articles to display