Great Ocean

Construção em baixa

BR do Mar pode impulsionar reparo, mas estaleiros querem política de Estado para a indústria naval

A flexibilização para o afretamento de navios estrangeiros proposta pelo projeto do governo federal, BR do Mar, tem dividido o setor naval, sobretudo, o segmento de construção. No entanto, por outro lado, o projeto tem gerado expectativas positivas quanto ao mercado de serviços de reparo e manutenção. De modo geral, os estaleiros entendem que quanto maior o número de embarcações circulando pela costa brasileira, maior será a demanda por esse tipo de serviço, o que deve movimentar as instalações. Apesar disso, eles defendem uma política de Estado voltada à indústria naval que incentive a construção de embarcações no país, com menos impostos, concorrência mais justa com estaleiros estrangeiros, legislação trabalhista voltada para as necessidades do setor, entre outras medidas.

Registre-se para ler mais...