Navalshore 2024

Suécia planeja proibir depuradores

O governo da Suécia está planejando seguir o exemplo da Dinamarca e proibir o uso de depuradores de navios (scrubbers) em suas águas.

O governo sueco emitiu uma proposta para proibir a descarga de água de lavagem de depuradores de circuito aberto em suas águas a partir de 1º de julho de 2025. A medida seria seguida por uma proibição de descarga de água de lavagem com sangria de depuradores de circuito fechado a partir de 1º de janeiro de 2029.

"Reduzir as emissões no ar transferindo a poluição para o mar não é uma solução sustentável", disse Andreas Carlson, ministro de Infraestrutura e Habitação do país, em uma declaração no site do governo. "Portanto, agora está sendo feita uma proposta para proibir a descarga dos depuradores na água.

PUBLICIDADE

MCI


A maioria dos armadores suecos já escolheu usar combustível com baixo teor de enxofre tão baixo, dentro dos requisitos de emissão sem depuradores.

A Dinamarca tomou uma decisão semelhante no início deste ano, proibindo a descarga de depuradores de circuito aberto a partir de julho de 2025 e a descarga por circuito fechado a partir de julho de 2029.

28,3% da tonelagem total da frota global, ou 5.838 navios , agora têm depuradores instalados, de acordo com dados da Clarksons Research.

O HSFO, óleo combustível com alto teor de enxofre, representou 32,3% da demanda total de Cingapura no ano passado – acima dos 29,2% em 2022 , 25,8% em 2021 e 21,3% em 2020.



      GHT    Antaq
       

 

 

Anuncie PN

 

  Pesa   Assine Portos e Navios
       
       

© Portos e Navios. Todos os direitos reservados. Editora Quebra-Mar Ltda.
Rua Leandro Martins, 10/6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20080-070 - Tel. +55 21 2283-1407
Diretores - Marcos Godoy Perez e Rosângela Vieira