Wilson Sons

PhDsoft e Shell Brasil renovam contrato para desenvolvimento de gêmeo digital para gestão de integridade de estrutura de FPSOs

A PhDsoft e a Shell Brasil renovaram o contrato para o desenvolvimento do FPSO Digital Twin, gêmeo digital utilizado para gerenciar a integridade de estrutura de FPSOs, plataformas flutuantes de produção e armazenamento de petróleo – em inglês, floating production storage and offloading.

O FPSO Digital Twin permite o mapeamento, a simulação e a antecipação do processo corrosivo das plataformas que geralmente estão localizadas em ambientes suscetíveis a fenômenos naturais, como tempestades, ventanias e maresia, o que aumenta a velocidade da corrosão de suas estruturas.

Por meio da tecnologia digital twin (em português, gêmeo digital), o software consegue simular tais estruturas e promover análises avançadas sobre a influência que os fenômenos naturais podem ter sobre as plataformas, promovendo a redução dos custos com manutenções corretivas e a identificação de possíveis problemas de forma mais assertiva.

PUBLICIDADE

Portonave


"Temos uma parceria de longa data com a Shell Brasil. O primeiro contrato se concentrava na migração da tecnologia para a nuvem. Agora vamos nos dedicar a desenvolver funcionalidades mais sofisticadas que envolvem cálculos usando elementos finitos e hidrodinâmica rodando em computadores de alta performance", explica Duperron Marangon Ribeiro, CEO da PhDsoft, empresa de engenharia e tecnologia que desenvolve, há mais de 25 anos, a tecnologia de gêmeos digitais.

A PhDsoft participa da Navalshore, no estande do Cluster Naval.


        Antaq     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios