MSC

VLI realiza inventário de gases do efeito estufa de 2022

Entre os compromissos registrados no Relatório de Sustentabilidade estão as reduções de 15% das emissões dos gases de efeito estufa por tonelada transportada e de 20% do consumo de água nova até 2030

A VLI, administradora da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), acaba de apresentar o Relatório de Sustentabilidade com os principais avanços em 2022 e projeções para os próximos anos.

As operações ferroviárias tiveram redução de 4% nas emissões associadas ao uso de combustível, em relação ao ano anterior.

PUBLICIDADE


Os temas, enquadrados nas áreas ambiental, social e de governança, estão relacionados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), com metas específicas até 2030. Entre os destaques está o inventário das emissões de gases do efeito estufa conforme o GHG (Greenhouse Gas Control) Protocol Brasil e a norma internacional para gestão ambiental ISO 14064, modelo global utilizado por empresas e governos para enfrentamento às mudanças climáticas. Clique aqui para conhecer o conteúdo completo do documento.

O inventário levou em conta os escopos 1 e 2 do GHG Protocol Brasil e a ISO 14064, referentes às emissões diretas das operações da empresa, como combustíveis utilizados nas composições; e indiretas, que são relacionadas às fontes de energia elétrica adquirida. O documento considerou as operações ferroviárias consolidadas a partir dos corredores logísticos Sudeste, Leste, Minas-Bahia, Minas-Rio e Norte.

A companhia planeja diversas ações ao longo dos próximos anos no sentido de transformar a eficiência energética das operações. Entre elas estão o mapeamento das emissões do Escopo 3 do GHG Protocol Brasil e ISO14064, análise de riscos atrelados às mudanças climáticas, alteração no sistema de sinalização e de controle de trens para minimizar o consumo de combustível, mudança de matriz energética da frota de locomotivas, além do Programa de Gerenciamento da Qualidade do Ar.

O relatório demonstra a redução de 17% no consumo de água nova em portos e terminais, por intermédio do Programa de Monitoramento de Recursos Hídricos e Efluentes, que em 2022 acompanhou 358 pontos de águas, distribuídos em 50 municípios. A empresa registrou ainda 17,3 mil toneladas de resíduos destinadas para reciclagem e reuso. A VLI tem ações para redução da geração, segregação e reaproveitamento por meio de uma área de receita alternativa, comercializando o que pode ser reaproveitado. Em 2022, houve 23% de redução de resíduos, com programas de conscientização ambiental.

Inovação

Entre as inovações relacionadas ao controle de emissões, está o Leader, solução com o intuito de auxiliar o maquinista, melhorando a operação e o consumo de diesel; o SmartConsist, que otimiza o ponto de aceleração do trem; e o Automatic Engine Star Stop (AESS), que monitora parâmetros críticos da locomotiva enquanto ela está parada e ligada. Juntos somam potencial de 8% de redução de combustível nos fluxos implementados. Vale mencionar ainda o Fuelytics, sistema de gestão que tem como principal objetivo aumentar a eficiência energética.



Intermodal

      GHT    Antaq
       

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios
       
       

© Portos e Navios. Todos os direitos reservados. Editora Quebra-Mar Ltda.
Rua Leandro Martins, 10/6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20080-070 - Tel. +55 21 2283-1407
Diretores - Marcos Godoy Perez e Rosângela Vieira