MSC

Wilson Sons investe R$ 1,4 milhão na eficiência do Tecon Rio Grande

Melhorias incluem a criação de centros de análises voltados para operação do terminal gaúcho e controle de manutenção, utilizando novas tecnologias

A Wilson Sons acaba de realizar um investimento de R$ 1,4 milhão no Tecon Rio Grande, para ampliar a eficiência operacional por meio de iniciativas tecnológicas. Entre as iniciativas implementadas está o COT - Centro de Operação do Terminal, ação que cria uma célula de inteligência operacional para, a partir de análise de dados, promover planejamento operacional que melhora a entrega das operações de pátio e navio. A infraestrutura conta com um painel (videowall) em que são apresentados indicadores de performance (KPIs) e dá visibilidade da operação em tempo real e gestão das automações operacionais.

A criação do CCM - Centro de Controle de Manutenção também está contemplada no investimento. A ação tem por objetivo acelerar o processo de monitoramento em tempo real dos ativos, utilizando tecnologias como Internet das Coisas - IoT e aumentando a visibilidade de dados para a tomada de decisão. Entre os principais ganhos está a unificação da telemetria de equipamentos e geração de alertas, possibilidade de acompanhamento das manutenções, aumento da segurança operacional, geração de base histórica de análises e falhas, redução do imobilizado de ativos em estoque e uma maior disponibilidade dos equipamentos para manutenção.

PUBLICIDADE

Ecobrasil


“Para uma operação atingir o seu objetivo, é necessário sempre buscar as melhores práticas e investir nas mais modernas tecnologias. A evolução de processos oportuniza que possamos oferecer aos nossos clientes serviços com agilidade e qualidade, mantendo a eficiência operacional do negócio”, explica Giovanni Phonlor, diretor de Operações do Tecon Rio Grande.

“Nosso terminal sempre foi uma referência na modernização de operações portuárias, o que muito nos orgulha e aumenta nossa responsabilidade em estar sempre liderando importantes melhorias no mercado. As evoluções são fundamentais e auxiliam no processo de nos consolidarmos cada vez mais como um hub operacional de referência do Cone Sul, sendo a principal e mais qualificada alternativa portuária e logística do Rio Grande do Sul”, completa Paulo Bertinetti, diretor-presidente do Tecon Rio Grande.



Praticagem

   ATP    GHT    Oceanpact
       

Hidroclean

 

 

Países Baixos

 

  Pesa   Assine Portos e Navios
       
       

© Portos e Navios. Todos os direitos reservados. Editora Quebra-Mar Ltda.
Rua Leandro Martins, 10/6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20080-070 - Tel. +55 21 2283-1407
Diretores - Marcos Godoy Perez e Rosângela Vieira