MSC

Artigo - Inteligência artificial em ação: transformando o shipping hoje

Em 2018, durante uma apresentação para analistas de uma renomada empresa de navegação, revelei uma tecnologia emergente que eu havia desenvolvido: um sistema de atendimento ao cliente movido a inteligência artificial. Naquela época, a discussão sobre IA ainda não era comum nas empresas, o que tornou a revelação ainda mais impactante. Similar à Alexa, esse assistente virtual era capaz de monitorar cada etapa da jornada de um contêiner, desde a localização atual do navio até a previsão precisa de sua chegada, apenas falando o número de um booking. A reação foi de surpresa e curiosidade, mas também levantou preocupações sobre como seus empregos seriam afetados num futuro todo automatizado.

Expliquei que aquilo era apenas uma demonstração ensaiada do que a tecnologia poderia nos oferecer. O foco não estava somente nos avanços técnicos, mas na forma como poderíamos nos beneficiar dessas mudanças. Agora, em 2024, as possibilidades que eu havia esboçado tornaram-se realidade. A inteligência artificial evoluiu de uma promessa futura para uma presença ativa, reestruturando as operações do nosso setor com uma eficiência e velocidade surpreendentes.

Como as empresas do setor estão utilizando a Inteligência Artificial?

PUBLICIDADE

Ecobrasil


De acordo com um estudo da McKinsey, a implementação da inteligência artificial mostrou resultados notáveis: redução dos custos logísticos em 15%, diminuição dos níveis de estoque em até 35% e melhoria de 65% nos níveis de serviço. Estima-se também que a IA possa gerar até 2 trilhões de dólares anuais em valor econômico para o setor de logística nas próximas duas décadas. Esses números sinalizam uma revolução operacional e uma promessa de crescimento e prosperidade sustentáveis.

Em entrevista ao Shipping Watch, a Maersk revelou que possui soluções de IA que sugerem a rota mais curta e otimizam o trabalho nos terminais. Nos próximos cinco a sete anos, o grupo planeja reduzir a intervenção humana nas cadeias de suprimentos, substituindo-as por inteligência artificial. A empresa estima que a IA atualmente ajuda em 15-20% de suas tarefas logísticas, mas esse número poderá chegar a 70-80% nos próximos anos.

No Brasil, a Asia Shipping, que recém adquiriu uma startup de tecnologia, vem utilizando soluções de IA para otimizar a verificação dos dados do Bill of Lading (BL), processo que ainda requer significativa mão de obra humana em muitas empresas. Segundo Rafael Dantas – diretor comercial da empresa, essa inovação promete oferecer transparência e agilidade sem precedentes.

Desafios humanos na era da automação

A introdução da inteligência artificial (IA) no trabalho traz desafios como segurança cibernética e disrupção de empregos, mas também novas oportunidades. Embora a IA automatize certas funções, ela cria papéis que exigem habilidades avançadas, como a interpretação de insights gerados pela tecnologia e o desenvolvimento de estratégias inovadoras.

Especificamente no setor de shipping, a capacidade de analisar complexas variáveis do mercado continua essencial. Profissionais capacitados para entender tendências de frete, gerenciar os impactos de conflitos geopolíticos e resolver gargalos logísticos serão ainda mais valiosos, dada a necessidade de respostas rápidas e eficazes que a automação sozinha não pode fornecer!

Empresas líderes estão investindo em programas robustos de desenvolvimento profissional para equipar trabalhadores com essas habilidades críticas, assegurando que a transição para a automação seja tanto segura quanto enriquecedora. Ao preparar profissionais para essas demandas, não só mitigamos riscos, mas também abrimos portas para novas possibilidades de crescimento no futuro do shipping.

Uma nova visão para o shipping

Como podemos navegar neste novo ambiente, mantendo nossa humanidade enquanto abraçamos as máquinas que criamos? A resposta reside na nossa capacidade de inovar e cooperar com a tecnologia. A IA deve ser vista não como substituta, mas como parceira na resolução criativa de desafios antigos e novos.

O setor de shipping está experimentando uma transformação sem precedentes, onde a inteligência artificial não apenas aumenta a eficiência, mas também redefine nossas estratégias e abordagens. Desde minha apresentação em 2018, a IA provou ser mais do que uma atualização tecnológica; ela é um salto para uma nova era na indústria. Hoje, a tecnologia está redefinindo a eficiência e a segurança em nossas operações e desafiando-nos a pensar de maneira diferente. À medida que evoluímos, também devem evoluir nossas estratégias para aproveitar plenamente as oportunidades que a IA oferece.

A inovação já não é apenas uma vantagem; é uma necessidade para prosperar em um mercado competitivo. O presente do shipping é aqui e agora, impulsionado pela inovação contínua e pela adaptação necessária para avançar.

Thiago LopesThiago Lopes atua como Head of Business Development na Solve Shipping, possui mais de 25 anos de experiência em Marketing e Desenvolvimento de Negócios. Sua especialização se destaca no setor de Shipping e Logística, onde sua abordagem estratégica e visão de futuro o levam a integrar soluções inovadoras na interseção da Inteligência Artificial com Marketing e Shipping

 

 

 

 

 

 



Praticagem

   ATP    GHT    Oceanpact
       

Hidroclean

 

 

Países Baixos

 

  Pesa   Assine Portos e Navios
       
       

© Portos e Navios. Todos os direitos reservados. Editora Quebra-Mar Ltda.
Rua Leandro Martins, 10/6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20080-070 - Tel. +55 21 2283-1407
Diretores - Marcos Godoy Perez e Rosângela Vieira