Navalshore

Artigo - Mobilização de ativos humanos da Marinha Mercante em plataformas de petróleo e a defesa da Amazônia Azul

Este relatório tem por objetivo sobrepujar a importância no preparo da mobilização de ativos humanos para uma logística otimizada em tempos de crise do país, seja para composição da elasticidade das Forças Armadas e também para a manutenção do transporte mercantil, para o poder econômico do Estado. O Brasil, país continental com dimensões territoriais que ultrapassam 12 milhões de quilômetros quadrados, incluindo a ampliação da área jurisdicional marítima de 4,5 milhões de quilômetros quadrados, e com uma população de 213 milhões de habitantes (IBGE,2021), deve estar preparado para incrementar rapidamente os meios humanos e materiais disponíveis para acionar medidas de resguardo patrimonial, das linhas de comércio marítimo, espaço aéreo e plataformas de petróleo frente ameaças à soberania nacional. O espaço geográfico e amostral referenciado neste documento é a Amazônia Azul, com as plataformas petrolíferas e embarcações de apoio. Por meio de uma análise qualitativa com as Guerras Mundiais para mostrar a predominância da concentração adequada dos recursos humanos nos setores de defesa e aptos para o serviço que lhe for cabido. Ao apurar quais serão os óbices para o preparo da mobilização no contexto da vulnerabilidade das infraestruturas críticas - plataformas de petróleo e embarcações de apoio, como exemplo a capacitação acadêmica na área de defesa, conscientização e senso de pertencimento; também chegou-se ao cômpto de cursos acessíveis para sociedade no setor petrolífero, com arcabouço legal adequado para mobilização e pronto uso de qualquer meio que se torne necessário para cada situação de ameaça externa.

Acesso à versão integral do artigo em PDF - clique aqui

MannomMannom Costa é Capitão de Cabotagem da Marinha Mercante Brasileira. Ingressou na Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante EFOMM/CIAGA em 2008, trabalhou em navios brasileiros, PSV, embarcações de apoio às plataformas, mergulho e plataformas de perfuração. Em 2019 ascendeu à categoria de Capitão de Cabotagem CCB em Belém/PA no CIABA

PUBLICIDADE

Portonave


Romualdo Crisanto Eufrazio é Tenente Coronel do Exército brasileiro, Mestre em Ciências Militares pela Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (EsAO) e especialista em logística e Mobilização Nacional pela Escola Superior de Defesa


Pesa

        Jan de Nul     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios