Estaleiro na Indonésia inicia reciclagem ecológica de navios

Um estaleiro da Indonésia está planejando adotar processo de demolição "verde" de navios. Embora seja menor do que as operações na Índia, Paquistão e Bangladesh, a iniciativa representa uma expansão regional e uma oportunidade para os armadores disporem de navios em conformidade com os regulamentos que incluem todo o ciclo de vida.

A iniciativa está em implantação no estaleiro Marcopolo, localizado em Batam, Indonésia. A empresa está expandido suas operações para oferecer a reciclagem ecológica de navios. O estaleiro é operado pelo grupo Marco Polo Marine de Cingapura, uma empresa de logística marítima que também fornece navios de abastecimento offshore, rebocadores e barcaças para fretamento para as indústrias de mineração, commodities, construção, infraestrutura e recuperação de terras.

Além de receber a licença das autoridades locais para realizar atividades de reciclagem de navios, o grupo também se tornou o primeiro estaleiro da Indonésia a ser certificado e receber o certificado ISO 30000: 2009. A certificação ISO 30000 é reconhecida globalmente e frequentemente um pré-requisito pelos armadores, já que a indústria naval busca cumprir o novo Regulamento da União Europeia (UE) sobre Reciclagem de Navios e a Convenção de Hong Kong da Organização Marítima Internacional (IMO).

PUBLICIDADE

Incatep


Segundo a ONG Shipbreaking Platform, o terceiro trimestre de 2021 foi considerado o mais letal de todos os tempos para a indústria de construção naval em Bangladesh. Além das mortes e ferimentos, o desmantelamento de navios é um negócio sujo que lida com uma ampla gama de materiais perigosos dos navios.

A indústria marítima continua sob crescente pressão para garantir que as embarcações sejam recicladas com segurança e responsabilidade. Uma gama de programas foi desenvolvida nos últimos anos, incluindo a Ship Recycling Transparency Initiative (SRTI), que inclui como membros The China Navigation Company, Maersk, Lloyd's Register e Standard Chartered Bank. E não membros como GES International, Hapag-Lloyd, Norden, Nykredit, Stolt Tankers e Wallenius Wilhelmsen.

A nova operação de reciclagem na Indonésia seguirá os padrões estabelecidos por essas organizações.


    GHT     Jan de Nul     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios