Porto do Açu

TechnipFMC obtém novo contrato de longo prazo pela Petrobras

A TechnipFMC fechou um contrato 'substancial' de afretamento e serviços de longo prazo da Petrobras para o navio de apoio ao duto "Coral do Atlântico". A embarcação registrada no Brasil tem contrato de três anos, com opção de prorrogação. Segundo a Technip, as operações offshore do Brasil devem começar no segundo trimestre de 2022.

A empresa não detalha o valor contratual, mas divulga que considera “substancial” algo entre US$ 250 milhões e US$ 500 milhões.

"Coral do Atlântico" é um importante componente do ecossistema de dutos flexíveis da companhia no Brasil e será implantado principalmente em águas ultraprofundas de até 3.000 metros.

Jonathan Landes, presidente de Subsea da TechnipFMC, disse: “O "Coral do Atlântico" é o terceiro de nossos navios de apoio a dutos a ser contratado por meio de afretamento de longo prazo pela Petrobras neste ano, indicando uma demanda crescente no mercado brasileiro por flexíveis. A versatilidade e capacidade do "Coral do Atlântico" de trabalhar em águas profundas ou rasas é grande parte do apelo da embarcação. Este último contrato fortalece ainda mais nosso relacionamento de colaboração e confiança com a Petrobras que se estende por décadas".


Logcomex


O "Coral do Atlântico" tem histórico de afretamentos de longo prazo com a Petrobras e tem recebido, de forma consistente, a mais alta classificação do cliente em desempenho operacional, qualidade de trabalho e saúde, segurança e meio ambiente.

A empresa não detalha o valor contratual, mas divulga que considera “substancial” algo entre US$ 250 milhões e US$ 500 milhões.

Priner     Terlogs     Mampaey     AAPA
             

Tche Digital

 

 

Sinaval

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios