MSC

Porto de Imbituba movimenta mais de 3,6 milhões de toneladas até maio

A movimentação de açúcar, com 50,8 mil toneladas, é um dos destaques

O Porto de Imbituba movimentou mais de 3,6 milhões de toneladas nos primeiros cinco meses do ano. O número representa um crescimento de 13% em relação a igual período de 2023.

A operação em maio também foi a maior marca para o mês, atingindo cerca de 725 mil toneladas, 3,5% acima do que se verificou em maio de 2023 e 6% maior que o mês de abril de 2024. Em maio 33 embarcações atracaram no porto, um aumento de 17,8% em relação a abril e o melhor resultado da série histórica.

PUBLICIDADE

MCI


No acumulado de 2024, atracaram 129 embarcações no Porto de Imbituba, acréscimo de 6,6% em relação ao igual período de 2023.

Em maio, verificou-se uma alteração no fluxo comercial de movimentações de cargas no porto, com um aumento significativo dos embarques em relação a abril (+41,6%) e superior ao mesmo período de 2023 (+4,3%), tornando-o assim o principal curso dos produtos que passaram pelo porto. Já os desembarques tiveram em maio uma queda (-21,9%), se comparados ao mês de abril e redução (-16,8%) em relação a maio de 2023.

Dentre todos os embarques e desembarques, os maiores volumes operados permanecem sendo o coque de petróleo, os contêineres, os farelos de soja e milho, o trigo, o sal e a soja. Em destaque a circulação expressiva de 50,8 mil toneladas de açúcar (granel), quantidade considerável para a primeira movimentação deste granel sólido.

A cabotagem foi responsável por 8,8% da movimentação do porto no acumulado de janeiro a maio, queda de 15,9% em relação ao mesmo período do ano passado.

Os granéis sólidos somaram 2,98 milhões de toneladas no acumulado do ano, crescimento de 12,4% no comparativo com o mesmo período do ano anterior, distinguindo-se como a maior marca no acumulado dos cinco primeiros meses do ano na história do Porto de Imbituba. Tais cargas representam 82,5% de toda a movimentação portuária, com especial relevância para o coque de petróleo, que operou 827,1 mil toneladas no ano. No cenário geral, as maiores movimentações, dentro da rubrica granel sólido, foram de coque de petróleo, trigo, farelos de milho e de soja, sal, soja e hulha betuminosa.



      GHT    Antaq
       

 

 

Anuncie PN

 

  Pesa   Assine Portos e Navios
       
       

© Portos e Navios. Todos os direitos reservados. Editora Quebra-Mar Ltda.
Rua Leandro Martins, 10/6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20080-070 - Tel. +55 21 2283-1407
Diretores - Marcos Godoy Perez e Rosângela Vieira