MSC

ZPE Ceará registra alta de 27,6% na movimentação de cargas em abril

A ZPE Ceará, única Zona de Processamento de Exportação em atividade no Brasil, fechou abril deste ano com avanço de 27,6% na sua movimentação de cargas. Ao todo, 1.143.426 toneladas passaram pelos gates da companhia ao longo do mês, um incremento de mais de 247 mil toneladas ante o mesmo período de 2020.

Entre as principais cargas movimentadas em abril, o maior fluxo veio do minério de ferro, com 452.803 toneladas movimentadas, alta de 38,7% ante o mesmo mês do ano passado. Outro insumo importante para a produção da ZPE Ceará, o carvão mineral, que chega à empresa por meio do Porto do Pecém, registrou 215.448 toneladas no período, o que representa um avanço de 26,9% na comparação com 2020.

Esses dois insumos são utilizados pelas empresas instaladas para a produção das mercadorias processadas na ZPE Ceará, sendo a principal delas as placas de aço, responsáveis por 232.362 toneladas movimentadas ao longo de abril, alta de 25,5% ante o mesmo mês de 2020. Essas placas são enviadas para diversos países ao redor do mundo por meio do Porto do Pecém, concluindo assim a última etapa desta grande cadeia que faz parte do Complexo do Pecém.

No acumulado do ano, a ZPE Ceará já movimentou 4.139.755 toneladas de cargas, culminando assim em uma média mensal de mais de um milhão de toneladas. Entre janeiro e abril deste ano, 911.223 toneladas de placas de aço produzidas na Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) passaram pelos gates da ZPE.


Porto do Açu


Exportações e importações

Entre os principais destinos das mercadorias produzidas pela ZPE Ceará no acumulado de 2021, o maior destaque foram os Estados Unidos, com 399.103 toneladas. No mesmo período, Canadá, com 50.102 t, e Bélgica, com 22.609 toneladas, também receberam itens processados na empresa. No ano, as exportações atingiram 471.814 toneladas.

As importações registradas de janeiro a abril deste ano tiveram como principais países de origem os Estados Unidos, com 600.316 toneladas, República Tcheca, com 221.690 toneladas, e Rússia, responsável por 10.275 toneladas. Ao todo, 839.456 toneladas chegaram de outros países neste ano, via Porto do Pecém, para serem processadas na ZPE Ceará, que faz parte do Complexo do Pecém.

Priner     Terlogs     Mampaey     AAPA
             

Tche Digital

 

 

Sinaval

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios