MSC

OGX faz teste inconclusivo, mas mantém estimativa para poços do Vesúvio

As ações da OGX Petróleo e Gás estiveram entres as maiores quedas do Ibovespa ontem. A discussão no mercado era sobre a qualidade do petróleo presente nos poços do Vesúvio, um dos principais da empresa.

OGX ON caiu 1,8% e fechou a R$ 20,43, enquanto o principal índice da bolsa subiu 0,26%.

A OGX informou que os três poços que compõem o Vesúvio, localizado na Bacia de Campos, demonstraram a presença de óleo nos reservatórios por meio de perfis e/ou coletas de amostras já realizadas. A companhia conta que foi realizado um teste de formação em um dos poços e, durante o procedimento, foi verificada a presença de emulsão, o que é comum em acumulações com óleo pesado, fato este que tornou o teste inconclusivo. Ou seja, não permitiu avaliações sobre a qualidade do óleo. Novos testes deverão ser realizados.

A OGX afirma, no entanto, que não há nenhuma mudança nas estimativas de volume da companhia para Vesúvio, que permanecem entre 500 milhões e 1,5 bilhões de barris, conforme anunciando há um ano. A previsão divulgada foi muito superior às estimativas iniciais para o campo. A petrolífera também informa que nunca estabeleceu uma data para início da produção nesses poços e, portanto, não promoveu nenhum adiamento.
Fonte: Valor Econômico/Ana Paula Ragazzi | De São Paulo



Praticagem

   ATP    GHT    Oceanpact
       

Hidroclean

 

 

Países Baixos

 

  Pesa   Assine Portos e Navios
       
       

© Portos e Navios. Todos os direitos reservados. Editora Quebra-Mar Ltda.
Rua Leandro Martins, 10/6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20080-070 - Tel. +55 21 2283-1407
Diretores - Marcos Godoy Perez e Rosângela Vieira