MSC

Primeiro grande navio a metanol da Maersk entrará em operação em fevereiro

A Maersk está prestes a colocar em operação o primeiro dos seus 18 navios de grande capacidade movidos a metanol. Em 9 de fevereiro de 2024, a embarcação entrará em operação no serviço AE7, que conecta a Ásia e a Europa, incluindo escalas em Xangai, Tanjung Pelepas, Colombo e Hamburgo, tendo Ningbo, na China, como primeiro destino.

O navio porta-contêineres construído pela Hyundai Heavy Industries (HHI), na Coreia do Sul, tem capacidade nominal de 16 mil TEUs e é equipado com motor bicombustível, que permite operar com metanol, além de biodiesel e combustível convencional.

Esta iniciativa faz parte da agenda da companhia para a sua meta global de ser net zero até 2040, em todos os seus negócios, a partir do estabelecimento de metas de curto prazo até 2030. Para tanto, a companhia garantiu metanol verde suficiente para cobrir a viagem inaugural da embarcação e continua a trabalhar diligentemente em soluções de abastecimento 2024-25 para a sua frota de navios habilitados para metanol.

PUBLICIDADE


“A implantação do primeiro dos nossos navios de alta capacidade, com a possibilidade de operar com metanol numa das maiores rotas comerciais do mundo, a Ásia-Europa, é um marco em nosso caminho em direção ao objetivo de sermos net zero. Com capacidade de 16 mil contêineres, esta iniciativa terá um impacto significativo nos esforços dos nossos clientes para descarbonizar suas cadeias de abastecimento, e estamos ansiosos para introduzir mais navios movidos a metanol nesta e em outras rotas comerciais durante o ano de 2024", afirmaa Karsten Kildahl, Chief Commercial Officer da Maersk.

Antes de entrar em operação, o navio será nomeado oficialmente, no final de janeiro de 2024. Os próximos dois navios irmãos serão incorporados à frota da Maersk no primeiro semestre de 2024 e seus eventos de nomeação ocorrerão em Yokohama, no Japão, e Los Angeles, nos EUA. A Maersk espera receber mais quatro navios irmãos adicionais no segundo semestre de 2024.

No momento da entrada em operação da embarcação, ela se tornará o segundo navio porta-contêineres do mundo capaz de navegar com metanol verde, sendo o primeiro navio feeder "Laura Maersk", que entrou em operação em setembro deste ano.

Visão geral dos 24 navios encomendados pela Maersk
Todas as embarcações atualmente encomendadas serão equipadas com motores bicombustíveis e poderão operar com metanol verde.
12 dos navios encomendados terão capacidade para 16 mil TEUs
Seis dos navios terão capacidade para 17 mil TEUs.
Seis dos navios terão capacidade para 9 mil TEUs.
Desde 2021, a Maersk tem uma política de encomendar apenas novos navios capazes de operar com combustíveis verdes.



Intermodal

      GHT    Antaq
       

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios
       
       

© Portos e Navios. Todos os direitos reservados. Editora Quebra-Mar Ltda.
Rua Leandro Martins, 10/6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20080-070 - Tel. +55 21 2283-1407
Diretores - Marcos Godoy Perez e Rosângela Vieira