Porto do Açu

Empresa de SC registra aumento de 20% na importação de cabos de aço

Os cabos são usados na construção civil, transporte de cargas e pesca. Segundo especialista, maior demanda por insumos é reflexo da retomada indústria

No primeiro semestre deste ano o Brasil registrou aumento de 26,6% nas importações, totalizando US$ 99,2 bilhões. Santa Catarina teve um aumento acima da média nacional, com 65,8% mais importações que o primeiro semestre de 2020, segundo dados do Observatório Fiesc.

Em agosto isoladamente os números são ainda mais expressivos, com um total de US$ 2,014 bilhões em importações. O crescimento das importações gerou um déficit comercial de US$ 1,158 bilhão, maior para o mês de agosto desde 1997, segundo dados da Federação das Indústrias do Estado (Fiesc).

Neste mesmo período, a empresa catarinense de comércio exterior Tek Trade teve um aumento de 20% no volume total de importações. O destaque principal ficou por conta da importação de cabos de aço, que cresceu 20% em relação ao mesmo período de 2020. No total, a Tek Trade importou 1.800 toneladas de cabos de aço no primeiro semestre deste ano. As principais utilizações deste insumo são na construção civil, transporte de cargas e pesca.


Porto do Açu


Outro produto que teve crescimento na importação foi o fio de malha. No primeiro semestre a Tek Trade trouxe mais de 20 contêineres vindos da China. O destino final do insumo foram as indústrias têxteis localizadas na cidade do Vale do Itajaí. Em volume de importação, foram destaques também no mesmo período o gás para ar condicionado e produtos médico-hospitalares.

“O aumento no volume de importações no primeiro semestre deste ano é reflexo da retomada da indústria, que teve uma grande desaceleração durante a fase inicial da crise sanitária de 2020 causada pela Covid-19”, analisa o diretor da Tek Trade e especialista em Comércio Exterior, Sandro Marin.

Segundo Marin, o aumento no número de importações por Santa Catarina é reflexo dos incentivos fiscais oferecidos pelo estado há mais de 15 anos como um bom redutor de custos dos produtos importados.

As importações feitas em Santa Catarina possuem alíquota média de 4%, enquanto outros estados da federação chegam a cobrar até 18% pelo mesmo imposto.

Priner     Terlogs     Mampaey     AAPA
             

Tche Digital

 

 

Sinaval

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios