Navalshore

Minfra projeta investimento privado de R$ 150 bilhões em novas linhas ferroviárias no país

A possibilidade de empresas privadas investirem diretamente na criação e na operação de novas linhas férreas pelo instrumento da autorização deve gerar um investimento de R$ 150 bilhões nos próximos anos, projetou nesta segunda-feira (29) o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Junto com o diretor-presidente da Valec, André Kuhn, ele participou de um debate sobre o Marco Legal das Ferrovias e o programa Pro Trilhos em Anápolis (GO).

“Em muito pouco tempo, vamos chegar a R$ 150 bilhões em investimento privado em ferrovias. Isso é muito? Bom, o orçamento do MInfra é de R$ 6,5 bilhões”, disse o ministro, comparando o valor disponível que o Ministério da Infraestrutura tem para investir anualmente e a quantidade de projetos esperada pelo Governo Federal.

Até o momento, são 24 pedidos de novas linhas férreas encaminhados pela iniciativa privada, com previsão é de 7.590,69 quilômetros de ferrovias e investimentos na ordem de R$ 100,92 bilhões. Outros três projetos estão em fase inicial, de conferência de documentação pela equipe da SNTT. Quando formalizados, podem elevar a projeção de investimentos para R$ 117 bilhões.

Há ainda a expectativa de que sejam criados 2 milhões de postos de trabalho diretos e indiretos, além da diminuição do custo de transporte, da emissão de CO2 e a modernização da malha ferroviária nacional.



    Terlogs     Antaq     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Sinaval

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios