Ecobrasil

Pecém vai receber 71 mil t de insumos para cimento

O Porto do Pecém vai receber o primeiro carregamento de clínker e escória, dois importantes insumos para fabricação de cimento. Operação é inédita e faz parte de um projeto da Companhia de Cimento Apodi
O Porto do Pecém está prestes a receber 71 mil toneladas (t) de dois importantes insumos para a fabricação de cimento. São 50 mil t de escória e 21 mil t de clínker adquiridos da China pela Companhia de Cimento Apodi, cimenteira instalada no quilômetro 18 da rodovia CE-422, no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP).
Conforme Mário Lima Júnior, diretor de Desenvolvimento Comercial da Cearaportos, a operação, que está prevista para a próxima semana, é inédita e a primeira de muitas. “Faz parte do projeto da Cimenteira Apodi, que instalou uma moageira de cimento para 30 mil toneladas por mês em um momento inicial. A moageira já está pronta, mas ainda vai iniciar as operações”, informa. Na primeira fase do empreendimento, está previsto o investimento de R$ 60 milhões.
Nos próximos anos, a companhia deve começar a produzir na Região do Apodi, em Quixeré, os minerais importados neste princípio. Além do Grupo M. Dias Branco, que detém 50% do capital da companhia, o Grupo Cedro (25%), de Goiânia, e a Cooperativa da Construção Civil do Ceará (Coopercon-CE) (25%) formam a sociedade da fábrica.
Siderúrgicos
A Cearaportos divulgou ontem o balanço comercial do primeiro semestre de 2010 do Porto do Pecém. A importação de produtos siderúrgicos cresceu 133% e foi destaque na movimentação de longo curso. Foram 384,7 mil t recebidos. Também tiveram variações positivas a exportação de alumínio (16 mil t), seguido de calçados (12 mil t), informou a assessoria de imprensa da Cearaportos.
Conforme Lima Júnior, a importação de bobinas de aço e insumos para indústria de construção civil contribuíram para o bom resultado. “São para obras de tubulações e adutoras, como a que está interligando a estação de abastecimento de água de Fortaleza - do sistema Gavião-Pacoti-Riachão - ao Porto do Pecém”, diz
Nos seis primeiro meses do ano, o terminal registrou movimentação total de 1.173.333 t, uma alta de 68%, frente ao primeiro semestre de 2009, quando foram transportadas 698,6 mil t.
A movimentação de mercadorias de longo curso foi de 69% maior, com 862 mil t neste ano e 509 mil no ano passado.
A cabotagem (navegação entre portos do país) registrou elevação de 65%. Foram transportados 311 mil toneladas em 2010, contra 188 em 2009, conforme O POVO adiantou ontem.
O sal, com 41,6 mil t, incremento de 59%, e os derivados da indústria moageira de trigo com 21,9 mil t, alta de de 56%, foi o destaque na exportação de cabotagem.
A importação por meio da cabotagem também registraram significativos números positivos, com a movimentação de arroz de 53,7 mil t, acréscimo de 12%, 17 mil t de aparas de aço e 17,8 mil t de papel industrial.
EMAIS
COMÉRCIO PORTUÁRIO
CABOTAGEM
A cabotagem é um destaque na movimentação do Porto do Mucuripe, com um total de 1.167.988 toneladas (t), entre Granel Líquido e Carga Geral Conteneirizada, sendo 1.090.623 t de importação e 77.3645 t de Cabotagem de Exportação. Na Carga Geral Conteneirizada, foram movimentados 10.105 Teus (Twenty Foot Equivalent Units – unidade de carga equivalente a um contêiner de 20 pés).
FRUTAS E AÇO
Conforme dados da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, o Porto do Pecém permanece liderando a movimentação de frutas e calçados em relação aos demais portos brasileiros, ficando em segundo lugar no transporte de algodão e em terceiro na movimentação de ferro fundido, ferro e aço.
ALGODÃO
O transporte de algodão também registrou dados positivos para o Pecém, que ficou em segundo lugar, com 11 mil toneladas movimentadas e participação de 16%, perdendo apenas para o porto de Itajaí, em Santa Catarina.

Fonte: O Povo (CE)/Andreh Jonathas



Praticagem

   ATP    GHT    abtp
       

Hidroclean

 

 

Países Baixos

 

  Pesa   Assine Portos e Navios
       
       

© Portos e Navios. Todos os direitos reservados. Editora Quebra-Mar Ltda.
Rua Leandro Martins, 10/6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20080-070 - Tel. +55 21 2283-1407
Diretores - Marcos Godoy Perez e Rosângela Vieira