Brasmero

Porto de Suape ganha campus avançado da UFRPE

A iniciativa tem como objetivo desenvolver soluções com alto potencial econômico e contribuir para o desenvolvimento socioambiental do território de Suape

O Porto de Suape e a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), por meio de convênio de cooperação técnica, anunciaram, nesta terça-feira (17), a instalação da Estação Suape-UFRPE de Sustentabilidade (Esus). O acordo trata da implantação de uma unidade de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) da instituição de ensino superior no prédio sede da estatal portuária.

A parceria tem como meta fortalecer a criação de soluções para temas complexos nas áreas de engenharia, tecnologia ambiental, biotecnologia, agroecologia e responsabilidade social, além de ações para redução de custos no desenvolvimento de projetos.

PUBLICIDADE

Navalshore


O lançamento da Esus foi oficializado com a assinatura de uma ordem de serviço, durante solenidade no Centro Administrativo de Suape, da qual participaram o diretor-presidente de Suape, Roberto Gusmão; o diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade da empresa, Carlos Cavalcanti; o reitor da UFRPE, Marcelo Carneiro Leão; docentes e pesquisadores da instituição, além do corpo técnico do atracadouro. O campus avançado da universidade funcionará no 5º andar da sede de Suape, espaço reformado para viabilizar o funcionamento da unidade.

Pelo acordo de cooperação técnica, coube ao Porto de Suape ceder o espaço físico para a instalação da Esus e prover os recursos para o desenvolvimento de projetos. Também fica sob responsabilidade do atracadouro elaborar e submeter propostas de editais para a captação de recursos em parceria com a universidade, bem como estreitar o relacionamento com as empresas instaladas em Suape, a fim de compartilhar serviços, experiências e informações.

De acordo com o diretor-presidente de Suape, Roberto Gusmão, a parceria com a UFRPE permitirá ampliar o leque de soluções tecnológicas e socioambientais para reduzir custos e melhorar processos nos projetos estratégicos. “Com o auxílio da academia, buscaremos as melhores alternativas para implementação dos nossos projetos, de forma que gerem custo-benefício e sejam ambientalmente sustentáveis. Já temos uma parceria com o CESAR para desenvolvimento de ferramentas tecnológicas e entregamos produtos importantes, como o App Suape e o SuapeGEO. Com a chegada da universidade a esse time, Suape deverá se tornar, em pouco tempo, um dos portos mais modernos do Brasil”, pontuou Gusmão.

Para o reitor da universidade, Marcelo Carneiro Leão, a instalação da Esus no Porto de Suape é uma iniciativa fundamental para o progresso da inovação nos campos do ensino, da pesquisa e da extensão, que podem contribuir para a criação das estratégias de desenvolvimento para Pernambuco. Segundo ele, a parceria reflete a ideia da hélice quádrupla de trabalho. “Este é um marco importantíssimo para o estabelecimento das relações entre a universidade, o governo, a iniciativa privada e o terceiro setor. Acredito que essa estação vai fomentar projetos de grande interesse para o crescimento do nosso estado”, enfatizou.

“A implantação da Esus consolida a presença e a atuação da universidade no principal complexo industrial portuário do Nordeste, contribuindo para o desenvolvimento econômico, ambiental e social sustentável em todo território de Suape”, afirmou Carlos Cavalcanti. “A concretização do campus é um dos objetivos estratégicos, previstos no novo Plano Diretor - Suape 2030, para dotar o complexo de estrutura física voltada ao desenvolvimento de pesquisas nas áreas de tecnologia ambiental e biotecnologia, em parceria com universidades”, acrescentou.

O coordenador de Monitoramento e Licenciamento Ambiental de Suape, Rodrigo Xavier, comentou sobre a relevância de ter um campus avançado da UFRPE no porto. “Além de ensino de excelência, a universidade tem como marcas o desenvolvimento sustentável e soluções inovadoras para problemas socioambientais. A presença da instituição aqui será valiosa para a dinâmica econômica, ambiental e social do complexo”, avalia. Para ele, a parceria fortalecerá as atividades de pesquisa e inovação aplicadas ao território. “Agora, contando com um centro de pesquisa na empresa, poderemos potencializar nosso trabalho para o desenvolvimento econômico com base científica e inclusão social”, concluiu o gestor.

A colaboração entre Suape e UFRPE teve início com a assinatura de um protocolo de intenções em 2021, para a viabilização de um conjunto de projetos acadêmicos de ensino, extensão, pesquisa, desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação. Entre eles, está o projeto Megamar, que tem a intenção de avaliar a diversidade e abundância relativa da megafauna presente no ecossistema marinho da região. A parceria com a universidade, que faz parte do Programa Suape Sustentável, fomenta ações e projetos integradores voltados para a área ambiental, assim como soluções tecnológicas para o complexo industrial portuário.


Pesa

    AAPA     Jan de Nul     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Hidromares

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios
             
             

Remessa Online

AAPA

Bombando

Error: No articles to display