ZPE de Pecém inaugura Setor 2

A Zona de Processamento de Exportação (ZPE), do Complexo do Pecém, teve inaugurada nesta terça-feira (16) o Setor 2, com 1.911 hectares. O investimento do governo do Ceará foi de R$ 13 milhões na preparação do espaço com vias de acesso e secundárias pavimentadas, infraestrutura de transmissão de energia elétrica, iluminação, fibra ótica e circuito fechado de televisão.

O espaço deverá receber plantas industriais de produção de hidrogênio verde, entre outros empreendimentos.

O governador Camilo Santana destacou o trabalho que vem sendo feito na região para dotar o espaço de infraestrutura e, consequentemente, atrair mais empresas. “Essa ação é uma entre as outras que o governo tem feito em infraestrutura. Aqui é toda uma visão que começou lá atrás, por ex-governadores, que enxergaram no Complexo do Pecém uma oportunidade de desenvolvimento do Ceará. Essa ZPE – Setor 2 está toda estruturada, são quase 2 mil hectares. Estamos reunindo cada vez mais todas as condições para transformar o Ceará em hub tecnológico, portuário, aéreo e, se Deus quiser, de hidrogênio verde. A gente pode mudar o perfil econômico do estado nos próximos dez anos”, enfatizou o governador.

PUBLICIDADE


A ampliação da Free Trade Zone cearense traz um diferencial, que é a flexibilização na divisão de seus lotes, permitindo uma divisão em vários tamanhos. A ideia é atrair, além dos grandes projetos já pré-estabelecidos através de protocolos de intenção para o setor – como os de hidrogênio verde, outros empreendimentos. “Está vindo empresa produtora de energia eólica offshore, refinaria com investimento privado israelense que já está com terreno reservado e projetos de mineração” afirmou Maia Júnior, secretário estadual do Desenvolvimento Econômico e Trabalho.

A grande aposta para o sucesso do Setor 2 da ZPE é a chegada de empresas de energias renováveis, como gás natural e hidrogênio verde. “Já são 12 protocolos de intenção e mais um está se juntando aos outros cinco que estavam em negociação, totalizando 18 protocolos de investidores que enxergam no Ceará a possibilidade de transformar o estado e colocá-lo na posição de ponta de fornecedor de novos combustíveis”, disse o titular da Sedet.

A ZPE Ceará foi a primeira a entrar em operação no país, há oito anos, e é a única em operação. Nesse período já movimentou mais de 61 milhões de toneladas. No total, possui 6.182 hectares. Sua Área de Despacho Aduaneiro (ADA) está localizada estrategicamente a seis quilômetros de distância do Porto do Pecém, a menos de 60 quilômetros da capital cearense e aproximadamente 56 quilômetros do Aeroporto Internacional de Fortaleza. Ela é associada à Associação de Zonas Francas das Américas (AZFA) e Organização Mundial de Zonas Francas (WFZO).



Intermodal

      GHT    Antaq
       

Catálogo da Indústria Marítima

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios
       
       

© Portos e Navios. Todos os direitos reservados. Editora Quebra-Mar Ltda.
Rua Leandro Martins, 10/6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20080-070 - Tel. +55 21 2283-1407
Diretores - Marcos Godoy Perez e Rosângela Vieira