Navalshore 2024

Maersk pede à UE uma data final para construções baseadas em combustíveis fósseis

Numa publicação que apresenta as suas recomendações políticas para os próximos cinco anos a nível da União Europeia (UE), a AP Moller – Maersk apresentou uma série de medidas para apoiar a descarbonização marítima, incluindo uma proposta de data final para a construção de novos navios que usem exclusivamente combustíveis fósseis.

A Maersk preferiria que as iniciativas de transição energética fossem introduzidas a nível mundial, por iniciativa da Organização Marítima Internacional (IMO), mas sugeriu que a UE poderia assumir a liderança.

“Embora uma data final deva idealmente ser de natureza global, a Europa poderia introduzir uma versão regional”, informou a Maersk em nota.

PUBLICIDADE


"Esta medida deve visar navios construídos após uma determinada data que só possam utilizar combustíveis fósseis e proibi-los de fazer escala nos portos europeus. Isto ajudará os armadores e os fornecedores de energia a fazer investimentos em novos navios e infraestruturas de abastecimento de combustível para acelerar a transição energética", afirmou a companhia.



Praticagem

   ATP    GHT    abtp
       

Hidroclean

 

 

Países Baixos

 

  Pesa   Assine Portos e Navios
       
       

© Portos e Navios. Todos os direitos reservados. Editora Quebra-Mar Ltda.
Rua Leandro Martins, 10/6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20080-070 - Tel. +55 21 2283-1407
Diretores - Marcos Godoy Perez e Rosângela Vieira