Navalshore

Contêiner e fertilizantes demandam expansão no Porto de Santos

Investimentos planejados pela SPA vão incrementar infraestrutura do Porto de Santos para operação dessas cargas

O crescimento na movimentação de contêineres no Porto de Santos continua se mantendo a dois dígitos, acumulando até setembro 3,6 milhões de TEUs, 19,6% acima do apurado nesse período em 2020 (3 milhões de TEUs) e caracterizando-se como a melhor marca já registrada no período.

Esse desempenho ocorre mesmo diante da falta de contêineres que afeta o mercado internacional, provocada pela forte demanda que está sendo registrada nos principais portos exportadores dos Estados Unidos, Ásia e Europa.

Os fertilizantes também se destacaram, atingindo um crescimento de 28,6% no acumulado do ano (5,8 milhões de toneladas). No mês de setembro o avanço foi de 77,1% (871.104 toneladas) ante setembro de 2020.


Logcomex


O diretor-presidente da Santos Port Authority (SPA), Fernando Biral, ressalta a importância da implantação, na região de Outeirinhos, do novo terminal STS 53, que será dedicado à movimentação e armazenagem de granéis sólidos minerais — especialmente fertilizantes e sulfatos —, e de uma pera ferroviária que viabilizará o transporte dessa carga de retorno pelo modal ferroviário para fazer frente à trajetória de crescimento apresentada.

Biral comenta, ainda, que, em linha com a alta na movimentação de contêineres, “a SPA e o Ministério da Infraestrutura preparam o que será o maior leilão de todos já realizados no Porto de Santos, o STS 10, no Saboó, que envolverá investimentos preliminares estimados em R$ 2,2 bilhões e capacidade para 2,5 milhões de TEUs”.

O diretor de Operações da SPA, Marcelo Ribeiro, explica que para agilizar as operações portuárias, face aos sucessivos recordes de movimentação obtidos nos últimos dois anos e as projeções de crescimento até 2040, “a autoridade portuária tem focado suas ações não só na implantação de novas infraestruturas, mas, também, na implementação de inovações tecnológicas, em busca de soluções compartilhadas para as atividades operacionais no Porto de Santos”.

Entre elas, Ribeiro destaca a implementação de norma estabelecendo diretrizes para parcerias com a comunidade portuária e agentes públicos e privados da região. “E não parou por aí. Demos os primeiros passos para implantação de rede sem fio de longo alcance (Internet das Coisas) no Porto de Santos, estratégica para otimizar a logística portuária, e a mudança de plataforma para agendamento da chegada de caminhões ao Porto, a qual conta com novas funcionalidades que melhoram o processo”, diz o diretor.

A movimentação acumulada de cargas no ano até setembro atingiu 112,8 milhões de toneladas, ficando 2,5% acima do mesmo período do ano passado. As descargas somaram 32,7 milhões de toneladas, crescimento de 14,6%, e os embarques, 80,1 milhões de toneladas, redução de 1,8%.

Além da carga conteinerizada e dos fertilizantes, tiveram destaque o complexo soja, com aumento de 3,1%, totalizando 27,3 milhões de toneladas; a soja em grão, com 22,0 milhões de toneladas, crescimento de 4,1%; o óleo combustível, com 28,7% e 2,0 milhões de toneladas; o óleo diesel e gasóleo, com 35% e 1,4 milhão de toneladas; e os sucos cítricos, com 15,8% e 1,8 milhão de toneladas.

Os granéis líquidos tiveram um crescimento de 0,9% sobre o acumulado nos nove primeiros meses de 2020, totalizando 13,8 milhões de toneladas, a melhor marca para esse período. Já os granéis sólidos apresentaram a segunda melhor marca para o período, apesar da queda de 5,5%, totalizando 55,7 milhões de toneladas.

O fluxo de navios reduziu em 1,6%, caracterizando a chegada a Santos de navios de maior porte com volumes maiores de carga.

Mês de Setembro – O mês apresentou redução de 2,6% na movimentação, para 11,9 milhões de toneladas. O destaque ficou para as cargas de importação, que tiveram um crescimento de 32,4%, somando 4,0 milhões de toneladas. Já as cargas de exportação apresentaram queda de 14,2%, totalizando 7,9 milhões, decorrente, principalmente, da diminuição dos embarques de açúcar.

A carga conteinerizada teve um bom desempenho também na movimentação mensal, crescendo 17% e somando 403,1 mil TEUs.

Transações Comerciais – O porto manteve a fatia nas transações comerciais, respondendo por 27,2% das trocas com o exterior em setembro, ligeiro acréscimo sobre o apurado em agosto (27,1%). Cerca de 26% dessas transações tiveram a China como destino. O Estado de São Paulo mantém uma participação de 56,5% nas transações comerciais com o exterior, por meio do Porto de Santos.

    Terlogs     Mampaey     Antaq
             

Tche Digital

 

 

HPP

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios
             
             

Canal da Portos e Navios no Telegram

Dragabras

Cash Computadores

Bombando

Error: No articles to display